Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.idp.edu.br//handle/123456789/2738
Título: Uma análise do planejamento e implementação dos Postos Comunitários de Segurança no Distrito Federal
Tipo: Working paper
Autor(es): Lopes, Juany Alessandro da Silva
Palavras-chave: Planejamento;Postos Comunitários de Segurança;Polícia Militar;Distrito Federal
Data do documento: 1-Ago-2020
Editor: IDP/EAB
Citação: LOPES, Juany Alessandro da Silva. Uma análise do planejamento e implementação dos Postos Comunitários de Segurança no Distrito Federal. IDP Working Paper, Brasília, n. 1, 2020.
Resumo: Este artigo tem o seguinte problema de pesquisa: analisar o planejamento e a implantação dos Postos Comunitários de Segurança (PCS) no Distrito Federal. Trata-se de uma política pública de segurança implantada no DF, a qual a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) foi inserida, durante o governo de José Roberto Arruda (2007-2010). Operacionalmente, a pesquisa possui uma abordagem qualitativa, optando-se pelo estudo de caso, pesquisa bibliográfica e exploratória, com a utilização de entrevistas semiestruturadas com atores que participaram do processo de implementação e operacionalização dos PCS. Os resultados da pesquisa evidenciaram que um planejamento defeituoso e não reparado da política pública, conjugado com a não superação das barreiras na implementação foram a causa ostensiva da derrocada dos PCS. Demonstrou-se que o projeto realizado pelos Oficiais da PMDF não foi contemplado pelo governo. Em face da ausência de alocação de policiais militares nos PCS, os postos passaram a ser depredados, a ponto de muitos terem sido queimados ou saqueados. O projeto do modelo implantado não foi concebido com base em indicadores que definissem a real estrutura de segurança que atendesse à população do DF e aquilo que de fato a PMDF poderia fornecer como estrutura de policiamento comunitário. Destaca-se que a PMDF não foi organizada adequadamente para suportar aquilo que se pretendia. Pouco mais de um terço da quantidade de postos planejados foram implantados. A expectativa de implantar 300 PCS não foi nem de longe alcançada. Até a realização desta pesquisa, segundo dados da PMDF, somente 30 PCS estavam ativos.
This paper has the following research problem: to analyze the planning and implementation of Community Security Posts (PCS) in the Federal District. This is a public security policy implemented in the DF, to which the Federal District Military Police (PMDF) was inserted during the government of José Roberto Arruda (2007-2010). Operationally, the research has a qualitative approach, opting for the case study, bibliographic and exploratory research, using semi-structured interviews with actors who participated in the process of implementation and operationalization of the PCS. The results of the research showed that faulty and unrepaired planning of public policy, coupled with not overcoming barriers to implementation, were the overt cause of the PCS collapse. It was shown that the project carried out by the PMDF Officers was not contemplated by the government. Due to the lack of deployment of military police in the PCS, the posts were depredated to the point that many were burned or looted. The design of the implemented model was not designed based on indicators that defined the real security structure that would serve the DF’s population and what the PMDF could actually provide as a community policing structure. It is noteworthy that the PMDF was not properly organized to support what was intended. Just over a third of the number of planned posts were deployed. The expectation of deploying 300 PCS has not been far achieved. Currently, according to PMDF data, only 30 PCS are active.
URI: https://repositorio.idp.edu.br//handle/123456789/2738
Aparece nas coleções:Série IDP Working Papers

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
WP - Juany Alessandro da Silva Lopes _ADMINISTRAÇÃO.pdf596.08 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.