Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.idp.edu.br//handle/123456789/2548
Título: Análise do comportamento dos bancos digitais versus bancos tradicionais quanto ao gerenciamento dos riscos corporativos
Tipo: Dissertação
Autor(es): Cavalcante, Pedro Luiz Costa
Carvalho, Ana Paula Alves Freire de
Palavras-chave: Bancos digitais;Fintechs;Riscos corporativos;Gerenciamento de riscos;Tecnologia e Inovação
Data do documento: 2019
Editor: IDP/EDAB
Citação: CARVALHO, Ana Paula Alves Freire de. Análise do comportamento dos bancos digitais versus bancos tradicionais quanto ao gerenciamento dos riscos corporativos. 2019. 118. f. Dissertação (Mestrado em Administração Pública). Instituto Brasiliense de Direito Público, Brasília, 2019.
Resumo: O avanço tecnológico no cenário econômico traz grandes benefícios aos clientes e às empresas, privadas ou públicas. Os bancos em todo o mundo, têm sido grandes motores propulsores responsáveis por boa parte do investimento em tecnologias inovadoras e novas formas de disponibilização de produtos e serviços; tudo em prol de vantagem competitiva e da satisfação do cliente. Mas, do outro lado dos benefícios estão os riscos, ou seja, condições adversas (esperadas ou não) que podem ocorrer ao longo da trajetória necessidade do cliente - entrega da solução. Em muitos casos, outras situações que atuam indiretamente nessa relação cliente x fornecedor podem interferir no resultado e complicar ainda mais o cenário. Então, como evitar que os riscos associados aos investimentos feitos pelo segmento bancário, que é altamente competitivo e intensamente regulado, possam ser evitados, mitigados ou aceitos? O surgimento dos bancos digitais/ fintechs é ameaça ou oportunidade? Neste contexto, a missão desta pesquisa é conhecer os riscos corporativos que existem em decorrência da relação entre bancos digitais versus bancos tradicionais e compreender como eles são tratados por esses agentes. Para isso, será realizada uma pesquisa bibliográfica aos documentos publicados pelo Banco do Brasil, Bradesco, CAIXA, Itaú, bancos digitais brasileiros e demais fintechs, que tratam da gestão de riscos e dos investimentos em tecnologia. Será realizada uma análise comparativa dos entendimentos desses agentes em relação aos dois assuntos selecionados, sustentada nos principais frameworks adotados no gerenciamento de riscos. Ao final da pesquisa será possível conhecer quais riscos corporativos são relevantes para os bancos na decisão de investir em tecnologias inovadoras.
The technological advancement in the economic scenario brings great benefits to customers and companies, private or public. Banks around the world have been major propellants responsible for much of the investment in innovative technologies and new ways of making products and services available; All in favor of competitive advantage and customer satisfaction. But on the other side of the benefits are the risks, in other words, adverse conditions (expected or not) that can occur along the trajectory customer needs – solution delivery. In many cases, other situations that indirectly work in this client x provider relationship can interfere with the outcome and further complicate the scenario. So, how to avoid that the risks associated with investments made by the banking segment, which is highly competitive and intensely regulated, can be avoided, mitigated, or accepted? Is the emergence of digital banks/Fintechs a threat or opportunity? In this context, the mission of this research is to know the corporate risks that exist due to the relationship between digital banks versus traditional banks and understand how they are treated by these agents. For this, a bibliographical research will be carried out to documents published by Banco do Brasil, Bradesco, CAIXA, Itaú, Brazilian Digital Banks and other Fintechs, which deal with risk management and investments in technology. A comparative analysis of the understandings of these agents will be performed about the two selected subjects, sustained in the main frameworks adopted in risk management. At the end of the research it will be possible to know what corporate risks are relevant to banks in the decision to invest in innovative technologies.
URI: http://dspace.idp.edu.br:8080/xmlui/handle/123456789/2548
Aparece nas coleções:Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Ana Paula Alves Freire de Carvalho_ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA_2019.pdfDissertação1.65 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.