Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.idp.edu.br//handle/123456789/2631
Título: A gestão de projetos como ferramenta para a inovação: um diagnóstico na administração pública brasileira
Tipo: Dissertação
Autor(es): Cruz, Felipe Lopes da
Kenchicoski, André Luiz Antunes
Palavras-chave: Gestão de projetos;Inovação;Ferramentas e técnicas;Desempenho
Data do documento: 2018
Editor: IDP/EDAB
Citação: KENCHICOSKI, André Luiz Antunes. A gestão de projetos como ferramenta para a inovação: um diagnóstico na administração pública brasileira . 2018. 87 f. Dissertação (Mestrado em Administração Pública) - Instituto Brasiliense de Direito Público, Brasília, 2018.
Resumo: A inovação hoje – em um contexto de sociedade multiconectada, com altíssima velocidade: no trânsito das informações, nas capacidades de comunicação e mobilização, na mutação das necessidades individuais e coletivas – não mais se mostra como fonte de diferencial competitivo, mas se apresenta como premissa à sobrevivência organizacional. Nesse cenário, as instituições carecem de alta capacidade para a constante e incessante geração e implantação de projetos inovadores, para fazer frente à realidade contemporânea, de maneira que a gestão de projetos passa a figurar – cada vez mais – como fator fundamental ao asseguramento de sua sustentabilidade/perenidade. Apesar disso, pesquisas e literatura acerca do tema, nessas circunstâncias, são relativamente recentes e ainda raras. Este estudo colabora com a expansão do conhecimento acerca do assunto, propondo como problema de pesquisa: identificar quanto o uso das ferramentas e técnicas da gestão de projetos impacta o desempenho dos projetos de inovação empreendidos por um banco público federal brasileiro. O trabalho de natureza exploratória, foi concebido com abordagem quantitativa e com a utilização do levantamento (survey) como método; os dados obtidos foram tratados via estatística descritiva e teste de hipóteses, a partir do que foram viabilizadas as análises e considerações pretendidas. Notou-se que as ferramentas e técnicas da gestão de projetos impactam de forma sensível o desempenho dos projetos de inovação. Apesar de todas elas terem sido assim percebidas sempre que utilizadas, verificou-se que as frequências de uso de cada qual não se mostraram similares entre si na totalidade, tendo sido observado que aquelas ligadas às áreas do conhecimento: escopo, cronograma, custo, comunicação; apresentam contribuição maior ao desempenho dos projetos de inovação, em comparação às demais, face ao seu volume de aplicação notadamente superior. Evidenciou-se também que o mencionado impacto não varia em função da senioridade dos profissionais responsáveis pela concepção/execução desses projetos, assim como, da mesma sorte, em função da região do país nas quais esses projetos são concebidos/executados. Conclui-se que o uso das ferramentas e técnicas da gestão de projetos (especialmente aquelas contidas nas áreas do conhecimento: escopo, cronograma, custo, comunicação) impacta representativamente – ou seja, impacta muito – o desempenho dos projetos de inovação.
Innovation today - in a context of multiconnected society, with very high speed: in the transit of information, in the capacities of communication and mobilization, in the mutation of individual and collective needs - no longer shows itself as a source of competitive differential, but is presented as a premise to organizational survival. In this scenario, institutions lack the capacity for constant and incessant generation and implementation of innovative projects, in order to face the contemporary reality, so that the project management becomes - increasingly - as a fundamental factor to the assurance of its sustainability. Nevertheless, research and literature on the subject in these circumstances are relatively recent and still rare. This study collaborates with the expansion of knowledge about the subject, proposing as a research problem: to identify how much the use of tools and techniques of project management affects the performance of innovation projects undertaken by a Brazilian federal public bank. The exploratory study was conceived with a quantitative approach and with the use of the survey as a method; the data obtained were treated by means of descriptive statistics and hypothesis testing, from which the analyzes and the intended considerations were feasible. It was noted that the tools and techniques of project management have a significant impact on the performance of innovation projects. Although they were all perceived this way whenever used, it was verified that the frequencies of use of each one were not similar to each other in the totality, being observed that those linked to the areas of knowledge: scope, schedule, cost, communication; have a greater contribution to the performance of innovation projects, in comparison to the others, in view of their significantly higher application volume. It was also evidenced that the aforementioned impact does not vary according to the seniority of the professionals responsible for the design/execution of these projects, as well as, depending on the region of the country in which these projects are designed/executed. It was concluded that the use of project management tools and techniques (especially those contained in the areas of knowledge: scope, schedule, cost, communication) has a significant impact on the performance of innovation projects.
URI: https://repositorio.idp.edu.br//handle/123456789/2631
Aparece nas coleções:Dissertações de Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ANDRÉ LUIZ ANTUNES KENCHICOSKI.pdf1.17 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.