Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.idp.edu.br//handle/123456789/1245
Título: A atuação extraprocessual do Ministério Público para a garantia dos direitos fundamentais das pessoas com Síndrome de Down.
Tipo: Monografia de especialização
Autor(es): Silva, Ethyenne Sampaio Borges da.
Palavras-chave: Direitos Fundamentais;Pessoa com Síndrome de Down;Garantias Individuais;Ministério Público
Data do documento: 8-Nov-2013
Citação: SILVA, Ethyenne Sampaio Borges da. A atuação extraprocessual do Ministério Público para a garantia dos direitos fundamentais das pessoas com Síndrome de Down. Brasília, 2013. 81f. - Monografia (Especialização). Instituto Brasiliense de Direito Público
Resumo: O presente trabalho monográfico tem por objetivo analisar qual é o papel extraprocessual do Ministério Público para a garantia dos direitos fundamentais das pessoas com Síndrome de Down. Adota-se, como ponto de partida, o fato de que o Brasil dispõe de um conjunto de normas que garantem proteção absoluta para quem possui a deficiência da Síndrome de Down, garantindo, assim, o tratamento igualitário. Entretanto, os direitos que parecem estar próximos do cidadão, não podem ser alcançados na maioria das vezes por quem deles necessita. Atualmente, e cada vez mais, a realidade vivida pelas pessoas com deficiência no Brasil é dura e desumana. No entanto, essa realidade não é ocasionada pela ausência de legislação. Diante desse reconhecimento, serão analisados, como objetivo principal a efetividade dos instrumentos de garantia extraprocessual do Ministério Público para garantia dos direitos inerentes a todo o cidadão, com ênfase nas pessoas com Síndrome de Down, utilizando-se a pesquisa bibliográfica como técnica para abordar o problema, por meio de livros, publicações, artigos e inclusive, textos obtidos de forma eletrônica, além da análise das normas pertinentes ao tema, dando o caráter teórico-argumentativo ao projeto. Os pilares jurídico e sociológico foram: Direitos Sociais; Direitos Fundamentais; Dignidade da pessoa humana; Igualdade; Jurisdição Constitucional. A forma de abordagem utilizada é a pesquisa sócio-jurídica, eis que a relação entre o campo do Direito e outras esferas do conhecimento é que se permite alcançar a resposta razoável para o problema. Ademais, aborda-se o funcionamento institucional da jurisdição constitucional frente à demanda constitucional dos direitos fundamentais, com referências a autores como: Eugênia Augusta Gonzada Fávero, Alexandre Amaral Gavronski, Maria Aparecida Gugel, Waldir Macieira, Lauro Ribeiro, Ingo Wolfgang Sarlet, entre outros doutrinadores clássicos do Direito Civil e da Tutela Coletiva, além da análise das normas pertinentes ao tema. Para isso, é preciso, antes de tudo, compreender o verdadeiro sentido da isonomia constitucionalmente assegurada, onde busca-se tratar diferentemente os desiguais, na medida em que se busque compensar juridicamente a desigualdade, igualando-os em direitos e oportunidades.
Descrição: Monografia apresentada como requisito parcial para obtenção do título de Especialista, em Direito Constitucional no curso de Pós-Graduação Lato Sensu do Instituto Brasiliense de Direito Público – IDP.
URI: https://repositorio.idp.edu.br/123456789/1245
Aparece nas coleções:Especialização em Direito Constitucional

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Monografia_Ethyenne Sampaio Borges da Silva.pdf718.55 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.