Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.idp.edu.br//handle/123456789/1621
Título: Controle de constitucionalidade de medidas provisórias: possibilidades de efetivação político-jurídicas no Brasil.
Tipo: Monografia de especialização
Autor(es): Ferreira, Rhodie André
Palavras-chave: Separação de Poderes;Controle de Constitucionalidade;Medidas Provisórias
Data do documento: 6-Fev-2015
Editor: IDP/EDB
Citação: FERREIRA, Rhodie André. Controle de constitucionalidade de medidas provisórias: possibilidades de efetivação político-jurídicas no Brasil. Brasília: IDP/EDB, 2014. 74f.- Monografia(Especialização). Instituto Brasiliense de Direito Público.
Resumo: O uso crescente de medidas provisórias no Brasil tem suscitado diversos debates acadêmicos, pois a natureza normativa especial do ato possibilita o poder executivo direcionar a agenda legislativa, constituindo para alguns em abuso, para outros em atitividade legítima para e para efetivação de políticas públicas. Propõe-se a analisar as possibilidades de controle constitucional das medidas provisórias por parte do judiciário, tendo em conta o contexto político brasileiro, sob a ótica do presidencialismo de coalizão, e o papel político institucional do Supremo Tribunal Federal como mediador entre as instituições políticas, consolidando-se assim, a jurisdição constitucional. Para isso, analisa-se, primeiramente, a separação dos poderes na reflexão dos autores clássicos Maquiavel, Hobbes, Locke Rousseau, Montesquieu e os Federalistas com vistas a perceber a contribuição das respectivas abordagens em diversas épocas sobre a mesma constatação: a necessidade do controle do Poder. Após, analisa-se a evolução do controle de constitucionalidade e da legislação de urgência do executivo, enfatizando os marcos comuns que conduziram à consolidação de ambos os institutos no mundo. Finalmente, elencam-se formas possíveis de controle de constitucionalidade, dadas as reflexões da doutrina sobre as medidas provisórias, bem como o posicionamento do Supremo Tribunal Federal em cada uma delas. Conclui-se ressaltando a indispensabilidade dos institutos, que respondem a necessidades modernas e mundialmente consolidadas, e a possibilidade e necessidade de controle, inclusive dos requisitos de relevância e urgência, porém de forma parcimoniosa, preservando a estabilidade dos poderes, conforme o Supremo Tribunal Federal já tem fazendo.
Descrição: Monografia apresentada como requisito parcial para obtenção do título de Especialista em Direito Constitucional no curso de Pós-Graduação Lato Sensu do Instituto Brasiliense de Direito Público-IDP.
URI: https://repositorio.idp.edu.br/123456789/1621
Aparece nas coleções:Especialização em Direito Constitucional

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Monografia_Rhodie Andre Ferreira.pdf352.1 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.