Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.idp.edu.br//handle/123456789/3968
Título: A definição da competência para a realização do licenciamento ambiental no direito brasileiro
Tipo: Monografia de especialização
Autor(es): Costa, Ana Lucia de Lima
Palavras-chave: Direito ambiental;Licenciamento ambiental;Federalismo;Direito brasileiro
Data do documento: 2008
Citação: COSTA, Ana Lucia de Lima. A definição da competência para a realização do licenciamento ambiental no direito brasileiro. 2022. 53 f. Monografia (Especialização em Direito Público). — Instituto Brasiliense de Direito Público, Brasília-DF, 2008.
Resumo: Pesquisa sobre a competência para a realização de licenciamento ambiental no direito brasileiro. Por meio da pesquisa instrumental, utilizando-se da técnica bibliográfica e jurisprudencial, analisou-se o instituto do licenciamento ambiental como importante mecanismo posto a disposição do Poder Público para a defesa do meio ambiente. Inserido dentro do poder de polícia atribuído às três esferas governamentais (União, Estados e Municípios), o instituto materializa o controle estatal sobre atividades ou empreendimentos que possam interferir nas condições ambientais. O problema da indefinição do órgão governamental competente para a realização do licenciamento ambiental encontra solução, no âmbito deste trabalho, a partir da análise das regras constitucionais de repartição de competências e do alcance da autonomia dos entes da Federação considerando a forma de Estado federativa adotada no Brasil. A inexistência de regras legais claras e harmônicas entre si indica a necessidade de um aperfeiçoamento no que diz respeito ao arcabouço legislativo infraconstitucional. Necessária se faz a consolidação do Sistema Nacional do Meio Ambiente e a definição, de forma clara e geral, quanto às atribuições e responsabilidades de cada ente, possibilitando a cooperação administrativa entre eles e a melhora da qualidade da gestão ambiental.
The present research examines the competence for environmental licensing within Brazil's legal system. Through bibliographic and jurisprudential research, the state of environmental licensing was analyzed as an important Governmental mechanism when environmental protection is concerned. Embedded within policies of three levels of Government (Municipalities, Regions, and States), the institute represents state-level actions that impose direct control on activities that may interfere with environmental conditions or create environmental damage. A solution to the issue of unspecified agencies that may be directly responsible for environmental licensing is found through the analysis of constitutionally established competencies as well as autonomous roles of Federal Entities, while considering the Federalism adopted in Brazil. Moreover, the lack of transparent legal and mutually benefiting regulations on the environmental licensing indicates a dire necessity for assessment of the legal system. In addition to a transparent definition of the role and responsibilities of each entity here involved, the consolidation of a National Environmental System proves itself to be a necessity for the achievement of better administrative cooperation and for the improvement in quality of environmental management.
URI: https://repositorio.idp.edu.br//handle/123456789/3968
Aparece nas coleções:Outras Especializações

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MONOGRAFIA_AnaLuciadeLimaCosta_Especialização_2008.pdf324.17 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.