Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.idp.edu.br//handle/123456789/830
Título: Princípio da duração razoável do processo penal: o limite da justiça.
Tipo: Monografia de especialização
Autor(es): Mello, Rodrigo Pereira de
Amora, Vítor Quinderé
Palavras-chave: Processo Penal;Sentença Penal;Presunção de Inocência
Data do documento: 23-Mai-2013
Citação: AMORA, Vítor Quinderé. Princípio da duração razoável do processo penal: o limite da justiça. Brasília, 2012. 38f. –Monografia (Especialização). Instituto Brasiliense de Direito Público.
Resumo: Através da Emenda Constitucional nº 45, datada de 08.12.2004, o legislador constituinte derivado fez incluir o inciso LXXVIII ao art. 5º da Constituição Federal. Trata-se do princípio constitucional da duração razoável do processo. Com a positivação do princípio em destaque se pretende garantir que os processos, sejam no âmbito judicial ou administrativo, não só tramitem em prazo razoável, mas que sejam assegurados ainda os meios para a efetivação do célere andamento dos feitos. Esta pesquisa tem como enfoque a razoável duração do processo penal, no tocante à dilação injustificada das ações penais, notadamente no que tange às nefastas consequências para as partes envolvidas. Para tanto, serão analisados os mais diversos motivos para a procrastinação dos feitos e suas consequências para o autor e réu, demonstrando com relação a este último a inocuidade da aplicação de eventual reprimenda penal, após decorrido longa data da ocorrência do fato.
Descrição: Monografia apresentada como requisito parcial para obtenção do título de Especialista em Direito Constitucional no curso de Pós-Graduação Lato Sensu do Instituto Brasiliense de Direito Público- IDP.
URI: https://repositorio.idp.edu.br/123456789/830
Aparece nas coleções:Especialização em Direito Constitucional

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Monografia_Vitor Quindere Amora.pdf211.41 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.